Moinho Zona Norte

Festival Moinho Cultural

1 de dezembro de 2020 - 12H36

Moinho promove Festival cultural e agita a cena local, em dezembro

Iniciativa de apoio e incentivo aos artistas locais também promove ação social beneficente, trabalhando coletivamente com empresas sediadas na Zona Norte da cidade.

 

Por acreditar no propósito transformador da cultura, o Moinho vai promover de 5 a 18 de dezembro o festival Moinho Cultural. A mostra, composta por lives e oficinas de artistas e profissionais de música e dança da cidade, é uma oportunidade para que o empreendimento, sediado na Zona Norte, nas antigas instalações do Moinho Vera Cruz, apresente para a comunidade o seu propósito: inspirar para transformar. “Estamos desenvolvendo um ambiente vibrante, interativo e acolhedor para promover ações periódicas inovadoras que inspirem novos pensamentos e provoquem novos comportamentos, com o objetivo de integrar iniciativas, comunidades, instituições e empresas, em projetos baseados na colaboração e no trabalho coletivo. Na pandemia, o setor cultural foi duramente atingido. Realizar o festival é uma forma de contribuir e valorizar a cena local aliada a uma ação social e de cidadania”, explica Ricardo Podval, CEO do Moinho.

 

#juntospelaZN

As lives serão transmitidas pelo canal do Moinho, no Youtube. (confira a programação abaixo). Além do apoio e valorização da cultura local, o Festival promove, simultaneamente, a campanha #juntospelaZN – uma ação social para arrecadar cestas básicas para a Associação de Apoio a Crianças e Idosos -AACI – instituição assistencial que atende 300 famílias e está sediada no bairro Nova Era, na Zona Norte

Para essa ação, o Moinho está mobilizando empresas parceiras, também sediadas na região, a fim de ampliar o alcance e o impacto positivo para as famílias atendidas pela instituição. Já aderiram: Shopping Jardim Norte, Medquímica, Camilo dos Santos e Supermercado Pais e Filhos. Para a assistente social da AACI, Andréia Machado, o apoio chega em boa hora. “A pandemia está sendo um momento muito desafiador para a Associação, nós tivemos um aumento de 50% no número de famílias em situação de vulnerabilidade cadastradas, por isso, aumentar a nossa arrecadação vai permitir atender todos que têm procurado nosso auxílio e cuidado. Só temos a agradecer aos parceiros que estão se sensibilizando com a nossa causa”, avalia Andréia Machado.

População poderá doar alimentos

A população também poderá participar. Haverá postos de coleta em todos os estabelecimentos parceiros. Camilo dos Santos e Medquímica, por exemplo, vão estimular a doação entre os seus colaboradores, em eventos internos. O Jardim Norte abrirá espaço na sua Loja do Bem para a campanha. Já o supermercado Pais e Filhos destinará a doação do troco solidário para a AACI e promoverá ação com os clientes. A Camilo dos Santos ainda se responsabilizou por recolher as doações em todos os pontos de coleta e entregar na instituição. “Estamos iniciando a formação de uma rede de solidariedade com os atuais parceiros e outras empresas sediadas na ZN ainda podem aderir. A campanha vai até 18 de dezembro, com mobilização pelas redes sociais e chamadas durante as lives com os artistas locais. Futuramente, a #juntospelaZN poderá se desdobrar em outras iniciativas transformadoras para a Zona Norte”, conclui Ricardo Podval.

 

 

Programação – MOINHO CULTURAL

5 de dezembro – 20h – Rap de Mina e ONZE:20

6 de dezembro – 19h – Caetano Brasil e Alessandra Crispin

12 de dezembro – 11h – Oficina infantil de música com Amanda Martins e Felipe Tavares

12 de dezembro – 15h – Oficina de dança com Walmor Calado – adulto

13 de dezembro – 11h – Oficina infantil de música com Amanda Martins e Felipe Tavares

13 de dezembro – 15h – Oficina de percussão com o Bloco Muvuka

==================================

17 de dezembro – 20h – Remiwl – Entre Corpos

18 de dezembro – Encerramento – Balanço das arrecadações

================================

Saiba mais sobre as atrações do Festival Moinho Cultural

RAP DE MINA Laura Conceição, Tata Dellon e JÔBrandaum

Nascida em Santa Luzia, criada no Morro do 120, a atriz, rapper, poeta e produtora cênica JÔBrandaum traz canções com ênfase na resistência da mulher preta e periférica. A rapper Tatá Dellon traz versos com muita musicalidade, lirismo e força em suas rimas. Com identidade ímpar, aponta a dívida social acrescentada na vivência da população periférica, sem deixar de desmascarar o machismo e o racismo ainda presentes. Laura Conceição é Mc e Poeta. Em 2017, foi vicecampeã mineira de poesia falada, classificando-se para o Campeonato Brasileiro de Slam. Criou o projeto “Poesia na escola”, através do qual leva poesias, histórias e sonhos para crianças e adolescentes.

 

ONZE:20

Onze:20 é uma banda de reggae brasileira formada em 2006 em Juiz de Fora. Com 4 álbuns lançados, no início de 2014 lançaram um novo single que fez parte da trilha sonora da novela global “Em Família”, tornando-se o maior hit do sexteto até hoje, o que os levou a uma extensa turnê, incluindo alguns festivais nacionais e uma passagem pelo Japão. Foram indicados ao Prêmio Multishow em 2015 e 2016, e ao Grammy Latino, em 2015, na categoria Melhor Álbum Pop Contemporâneo, o que os levou a uma apresentação ao vivo no palco da premiação em Las Vegas (EUA).

 

Caetano Brasil

Clarinetista, saxofonista e compositor, com 10 anos de carreira. Desenvolve trabalho autoral extremamente contemporâneo ao juntar o choro, com o jazz, a música folclórica oriental, ritmos latinos e de outras culturas mundo afora. Indicado ao Grammy Latino como melhor álbum instrumental em 2020. Foi premiado em 1º lugar no XVIII Prêmio Nabor Pires Camargo Instrumentista (Indaiatuba/SP) e como “Melhor Instrumentista” do XIX Prêmio BDMG Instrumental (Belo Horizonte/MG), em 2019. Ainda em 2019, foi homenageado com a Medalha Geraldo Pereira, concedida pela Câmara Municipal de Juiz de Fora, por seu trabalho de produção, difusão e engrandecimento de manifestações artístico culturais na cidade e região.

 

Alessandra Crispin

Nascida na Zona Norte de Juiz de Fora, a cantora, compositora e instrumentista ingressou na Universidade de Música Popular Bituca em 2009 e 2018, nas modalidades Canto e Percussão. Conquistou notoriedade nacional após participar da segunda edição do reality “The Voice Brasil” em 2013. No mesmo ano, recebeu Moção de Aplausos pela Câmara de Vereadores de JF e, em 2014, a medalha Nelson Silva. Em 2016, lançou seu primeiro álbum, “meu Nome é Crispin”, com nove canções inéditas. Para 2020, prepara o show “O peso da Pele”, projeto que propõe inflamar as discussões acerca da realidade desigual da sociedade brasileira, trazendo versos que representam a vivência particular e coletiva do ser negro no Brasil.

 

REMIWL

Grupo de dança que conta com aproximadamente 60 integrantes e traz para o público uma mostra de danças afro-americanas e urbanas, atuante na cena de hip hop, rap e danças urbanas da cidade. Também oferece aulas de dança para jovens em idade escolar, especialmente para moradores de áreas periféricas. O Projeto Remiwl Base vem sendo desenvolvido há 11 anos pelo coreógrafo e diretor do grupo, Thiago Miranda.

 

OFICINAS INFANTIS Amanda Martins e Felipe Tavares

OFICINA DE KAZOO

Oferecida pelo músico e arte-educador Felipe Tavares, juntamente com a flautista, vocalista e educadora musical, Amanda Martins, ambos do Grupo Trupicada de Música Infantil, pretende apresentar, construir e praticar junto com os participantes tudo o que a TRUPICADA desenvolve através deste encantador e divertido instrumento, seja em suas canções, brincadeiras rítmicas ou durante as histórias contadas pela Trupe. O kazoo é um instrumento de sopro que adiciona um timbre de zumbido à voz do instrumentista. Nesta oficina, os participantes confeccionarão um kazoo, a partir de materiais encontrados facilmente no nosso cotidiano (garrafas pet, sacolas plásticas, etc).

 

OFICINA DE MUSICALIZAÇÃO INFANTIL

Com criatividade e espontaneidade, a oficina pretende trabalhar a expressividades das crianças de forma lúdica, através de brincadeiras com sons e palavras, colocando a turminha para mexer, estimulando a criatividade e os sentidos musicais.

 

OFICINA DE DANÇA PARA ADULTOS – com Walmor Calado

A atividade tem como objetivos promover momentos de descontração, quebra da rotina diária e incentivo à prática de exercícios físicos. Atividade que atende ao público de todas as idades, mas será direcionada aos adultos, e que convida a todos a experimentar formas de se mover em vários ritmos.

Walmor Calado começou no ano de 2004, em um grupo formado por amigos do seu bairro, Santa Cruz. Em 2006, entrou para o Remiwl Street Crew, por meio do qual deu início à pesquisa das Danças Urbanas e à participação em eventos pelo país. Atua como dançarino no grupo Remiwl Street Crew de Juiz de Fora e na Cia. Fusion de Danças Urbanas de Belo Horizonte – MG, no elenco do espetáculo “Quando efé”. É professor e integrante do Projeto Remiwl BASE. Graduado em Educação Física, licenciatura e bacharelado. Pós-Graduado em História da África pela UFJF. Pesquisa e pratica as Danças Urbanas em geral, mas tem o foco voltado para o House Dance, Hip Hop Dance e Danças de matriz africana.

 

OFICINA DE PERCUSSÃO com o bloco Muvuka

A oficina do bloco afro MUVUKA, com o mestre Rick Guilhem, visa promover o intercâmbio musical trazendo um pouco da cultura afrobrasileira dentro dos ritmos dos tambores, as canções e passos de dança do Samba-afro e Samba-reggae, muito presentes na Bahia. Com um conteúdo programático didático envolvendo noções de interpretação rítmica através do corpo, conversaremos também sobre a história da cultura afrobaiana e apresentaremos os principais ritmos que compõem o Samba-afro e o Sambareggae, envolvendo os alunos de forma sistemática e lúdica, para que aprendam um novo jeito de tocar instrumentos de percussão.

===================================================

O Moinho

O Moinho é um moderno mini centro urbano, um ecossistema integrado para atender as necessidades da Zona Norte – Saúde, Educação, Moradia, Comércio e Empreendedorismo – projetando a região e a cidade para um futuro melhor, mais sustentável. O empreendimento, de 33 mil m2 de área construída, é fruto do retrofit e da adaptação das instalações do antigo Moinho Vera Cruz, inaugurado em 1958, considerado por décadas o prédio mais alto da cidade. Marco histórico da indústria, foi desativado no início dos anos 2000. O retrofit permitiu um aproveitamento de mais de 80% da estrutura. Como propósito, o Moinho é um empreendimento destinado à transformação de ideias, de pessoas, de comportamentos e da cultura. Por meio do Moinho Lab, pretende estimular o empreendedorismo e multiplicar o conhecimento, fazendo as conexões para construir uma rede sólida de suporte e capacitação, nos meios físico e digital, para que problemas, soluções e estratégias sejam pensadas coletivamente, de forma estruturada, organizada e colaborativa, entre os diversos atores do ecossistema. Saiba mais em: www.nossomoinho.com

 

AACI

A Associação de Proteção a Crianças e Idosos – AACI – localizada no bairro Nova Era, existe há 10 anos e oferece proteção social básica a crianças e adolescentes através da oferta de serviços que garantem o enfrentamento da vulnerabilidade social e o fortalecimento dos vínculos familiares. A instituição incentiva a socialização e a convivência comunitária, através da promoção da assistência social; busca o desenvolvimento econômico social, no combate à pobreza. Promove também atividades lúdicas, culturais e esportivas; e ações com foco na convivência social por meio da arte, esporte e lazer, estimulando o desenvolvimento de potencialidades, habilidades, talentos, propiciando a formação cidadã do indivíduo. Atende famílias da Zona Norte, principalmente dos bairros Nova Era I e II, Santa Lúcia, Jardim dos Alfineiros, Santa Cruz, São Judas Tadeu, São Francisco, Benfica, Vila Esperança I e II e São Damião.

 

IMPACTOS POSITIVOS DO MOINHO CULTURAL

  • mais de 70 profissionais atuantes na cena cultural da cidade diretamente impactados
  • aproximadamente 400k seguidores envolvidos nas redes sociais dos participantes
  • apoio a 300 famílias em situação de vulnerabilidade social
  • 5 empresas da zona norte parceiras engajadas

Leia também